Por vezes há males que vem para o bem!

Com um pequeno susto descobri que durante anos tive uma ideia errada de algo e com isso trazia angustia. Conseguir finalmente dizer o que sentia e perceber que tinha uma ideia mal concebida que me afastava de algo que tanto ansiava e completava.

Agora sinto-me leve e finalmente muito mais forte. Sinto-me mais eu!

O engraçado de tudo é que descobri que deixei de ter medo… deixei de me assustar… ganhei uma nova força! Ganhei um novo vigor e uma nova razão para lutar!

Na verdade, para ser sincera sinto-me a super mulher, capaz de qualquer coisa! Wonderwoman!

Sinto uma nova energia para lutar, uma nova luz que me dá vontade de seguir um novo caminho. Ser mulher, mãe, esposa, filha, ser humano não é fácil! E por vezes perdemos o nosso norte! Até encontrarmos algo, um “farol” que nos ilumine novamente o caminho. Não quer dizer com isso que nos perdemos ou desistimos, mas talvez apenas nos deixámos ir, nos desviámos do caminho e deixámos a maré levar-nos.

Sei que pela frente tenho um longo caminho pela frente, um caminho tortuoso, cheio de desafios e obstáculos que pode não acabar bem ou então não me levar a lado nenhum. Mas não faz mal! Não tenho medo! E levo no coração, uma mão cheia de esperança.

Porque no meu coração, algo muito forte, grita: sim, é possível e sim vais conseguir! Talvez seja a isso que chamam fé, esperança!

Eu disse que me sentia a Wonderwoman! Agora aguentem!

 

 

 


4 comentários

Ana · 21 Novembro, 2018 às 1:01 PM

Precisamos de ser wonderwoman todos os dias e a esperança é realmente a crença que precisamos para lutar contra os obstáculos.

Os Piruças · 21 Novembro, 2018 às 1:50 PM

Este texto cheio de power faz bem só de ler! Ainda bem que te sentes assim! sem medo e com essa energia toda tudo corre melhor!
Cumprimentos, Os Piruças

    paulaalmeida · 21 Novembro, 2018 às 2:11 PM

    Obrigado! Ainda bem que a energia é contagiante. Beijinhos

José Coelho · 21 Novembro, 2018 às 3:47 PM

Não sou mulher, mas tenho a minha mãe como exemplo que sempre deu tudo aos filhos e lutou por eles para terem uma vida confortável e hoje somos o que somos graças a ela. Mesmo sem marido, ela conseguiu e você também vai conseguir. São os desafios que a vida nos apresenta. Vamos abraçá-la e deixar fluir. Parabéns pelo blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: