Sinto-me aterrorizada…

Não consigo respirar… o coração está acelerado e sinto-me a sufocar!

Quero fugir… quero deixar tudo… não quero isto para mim… não tenho força!

Calma, digo para mim própria, respira!

E respiro, vezes sem fim, na tentativa de acalmar…

Fecho os olhos e respiro fundo… tento acreditar que quando abrir os olhos a luz vai estar lá para me guiar.

Abro os olhos… só escuridão!

Entro novamente em pânico… não quero isto para mim… não vou aguentar!

Respira, respira!

Sinto medo, terror… não quero isto para mim…

Procuro incansável uma tábua de salvação… agarro-me à primeira coisa que encontro.

Estou em pânico, desvairada, sem rumo… leram-me a sentença e não tenho como fugir. Agora tenho de pagar a pena!

Pergunto-me vezes sem conta como o vou fazer… serei capaz?

Olho em volta e todos acreditam que sim… não conseguem ver o terror que vai cá dentro…

Também não quero que vejam!

Fecho os olhos outra vez! Respiro

Digo a mim mesma: não olhes em frente… dá um passo de cada vez…

Abro os olhos e não quero ver mais nada! É só escuridão e tenho medo!

Respiro outra vez!

Um passo de cada vez, foi o que eu disse, não foi?

Não olho em frente… o futuro não quero saber…

Um passo de cada vez… o coração desacelera… a respiração acalma… um passo de cada vez…

Só não posso olhar em frente… não me vou esquecer!

Categorias: A minha história

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

A minha história

A crueldade das pessoas

Já ontem tinha começado a escrever este post.  Mas não o terminei e ainda bem, porque à noite acabei por conhecer uma outra perspetiva que não a minha e isso mudou um pouco a minha Ler mais…

A minha história

A primeira coisa que perdi

A primeira coisa que perdi quando fiquei doente foi o emprego. Recordo que foi uma fase muito complicada, sentia-me perdida sem rumo. Na altura trabalhava numa empresa de telecomunicações em loja. Acho que já lá Ler mais…

A minha história

Eu e água!

Ora para quem não tem conhecimento, quem sofre de insuficiência renal está muito condicionado na ingestão de líquidos. Nem todos são assim, mas no meu caso é! Quando os meus rins pararam, fiquei sem qualquer Ler mais…

%d bloggers like this: