O Natal está à porta e quem me conhece sabe que é uma altura que gosto bastante. Gosto de decorar a árvore com o meu filho, de ter decorações espalhadas pela casa. Gosto de passar tempos infinitos a pensar nas prendas que vou oferecer. Gosto da noite de Natal, de brincar com o meu filho e deixar bolachinhas e leitinho debaixo da árvore.

O puto tem 9 anos e já sabe há algum tempo que o Pai Natal não existe, mas só para me deixar contente, vai dizendo que existe e que veio deixar as prendinhas debaixo da árvore.

Gosto do jantar de Natal, de ter a família à volta da mesa, de ser um momento feliz.

Este ano não vai ser um momento tão feliz porque perdemos um familiar recentemente e está a ser bastante doloroso. Mas mesmo assim, faço questão de dar um Natal cheio de amor ao meu filho.

Gosto do jantar de Natal com os amigos, que tradicionalmente fazemos todos os anos. É maravilhoso ver que antes éramos uns jovens, namorados, que entretanto casaram, depois apareceram os filhos e agora todos os anos temos um bebé novo no grupo. E é maravilhoso ver as crianças a brincarem, a saltarem, felizes.

E este ano já estou adiantada, já que iniciei o plano de prendas. Já que todos os anos não sei o que oferecer à criançada, ao marido, aos pais, é sempre uma complicação ou porque não gostam de nada ou porque já tem tudo, este ano fiz uma lista conforme vão largando umas pistas.

O marido que é sempre um problema este ano, só para ele já tinha umas quantas prendas planeadas. Até me lembrar que faz anos em Novembro e lá fiquei sem prendas para o Natal outra vez. A minha mãe já tem a dela comprada e bem escondida.

O rapazito esse todos os anos é bastante fácil dar prendas, pois todos os anos pede sempre 3 coisas. O problema é arranjar outras tantas para o avós oferecerem.

Por isso já ando a amealhar presentes para os adultos. As crianças todos os anos aproveito o fim de semana dos brinquedos do Continente. Poupo sempre dinheiro assim! Mas não sou louca de me enfiar no supermercado! Faço a lista, vou vendo o que há alguns dias antes e carrego o carrinho. Um dia antes revejo tudo (porque muitas coisas saem), carrego outra vez e à meia noite fecho a compra. Regra geral funciona sempre, assim que dá a meia noite aquilo carrega os descontos e pronto. Geralmente vem sempre tudo, lá que falte um ou outro brinquedo, mas consigo tudo o que quero.

Depois quando as prendas chegam e com a árvore montada, cabe a mim embrulhar um por um. Inclusive os presentes dos adultos.

As prendas, as decorações, oferecer o quê a quem tudo isso é feito por mim. Cá em casa o marido não tem nenhuma paciência para essas coisas e eu divirto-me sempre. Gosto do Natal. Gosto destes momentos em família!

Categorias: Home

2 comentários

Open Kloset · 8 Outubro, 2018 às 12:46 PM

Olá Querida,
Tudo bem?
Adorei o post:) Gosto muito Natal:)
Beijinhos Karina
Novo post: http://openklosetfashion.blogspot.com/2018/10/my-favorite-productsclinically-proven.html#disqus_thread

S* · 8 Outubro, 2018 às 3:17 PM

Claro que sentimos sempre a falta de quem já partiu, mas o Natal é a melhor altura do ano para encher quem amamos de carinho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: