Ora para quem não tem conhecimento, quem sofre de insuficiência renal está muito condicionado na ingestão de líquidos.

Nem todos são assim, mas no meu caso é! Quando os meus rins pararam, fiquei sem qualquer uma das suas funcionalidades, tanto o filtrar, como o expelir os líquidos a mais no corpo. Ou seja eu absorvo tudo e tenho de depender de uma machine para ajudar a tirar todos os líquidos e substância nocivas a mais no organismo.

Eu podia ter ficado sem os rins, mas ao menos que continuassem a mandar os líquidos para fora, assim bebia o que queria, quando queria.

Já podem imaginar este fim de semana? Calor de morrer e eu sem beber água! Pois sim, antes morrer afogada, que de sede. Quem paga depois a conta no dia de tratamento é o meu corpinho mesmo!

Não quero nem imaginar o que acumulei neste fim de semana! A máquina hoje vai fazer pum, com a quantidade de água que terá de tirar. Temos pena! Mesmo assim sinto-me completamente seca, como se morasse no deserto! Oh Wait! (Alguém disse que moro)

Comentários

4 comentários

Cláudia Ferreira · 19 Junho, 2017 às 11:18 PM

Bem, a parte boa é que dizem que nos próximos dias a temperatura já baixa .. =\

Beijinhos,
Cláudia
The Pink Book of Style | Instagram | Facebook

    paulaalmeida · 20 Junho, 2017 às 11:38 AM

    Verdade! Já não aguento!

Pirilamposemarte · 20 Junho, 2017 às 12:35 PM

Fogo realmente deve ser muito chato.
E o calor tem estado um exagero isso é verdade

    paulaalmeida · 20 Junho, 2017 às 4:14 PM

    Mesmo! Mas com calma tudo passa! Só me apetece entrar para uma arca frigorífica. Ahahahahaha

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Artigos relacionados

A minha história

Respira

Sinto-me aterrorizada… Não consigo respirar… o coração está acelerado e sinto-me a sufocar! Quero fugir… quero deixar tudo… não quero isto para mim… não tenho força! Calma, digo para mim própria, respira! E respiro, vezes Ler mais…

A minha história

A crueldade das pessoas

Já ontem tinha começado a escrever este post.  Mas não o terminei e ainda bem, porque à noite acabei por conhecer uma outra perspetiva que não a minha e isso mudou um pouco a minha Ler mais…

A minha história

A primeira coisa que perdi

A primeira coisa que perdi quando fiquei doente foi o emprego. Recordo que foi uma fase muito complicada, sentia-me perdida sem rumo. Na altura trabalhava numa empresa de telecomunicações em loja. Acho que já lá Ler mais…

%d bloggers like this: