O amor choca? A mim não!

Comprei a revista Cristina como faço todos os meses! Mas este mês estava ansiosa porque já tinha visto as capas e estava bastante curiosa para ler os artigos.

Adorei! As fotos estão lindas e o artigo um espetáculo!

Não sou a favor da homossexualidade ou da heterossexualidade, sou a favor do amor entre pessoas! Sou a favor do respeito pelas escolhas de cada um, dos caminhos que cada um percorre para encontrar a sua felicidade.

Apesar de vir de um meio familiar que pensa de forma muito diferente, nunca me deixei influenciar pelos medos e fobias que os envolviam e insurgi-me com uma mentalidade diferente, independente de tudo.

Hoje com um filho, eu e o pai fazemos de tudo para lhe dar a melhor educação e especialmente para lhe ensinar a ter respeito pelo próximo.

Desde pequeno que o ensinamos que o amor entre duas pessoas pode ser de várias formas, sem questões. Que o importante é o amor! Que pode acontecer, com um menino e uma menina, entre dois meninos ou duas meninas e são tudo naturais formas de amar.

Por isso hoje escolhi a capa do Ricardo e Bruno, porque queria levar para casa, queria que o meu filho visse e achasse natural (como achou, porque não perguntou nada), porque achei bonita e porque me apeteceu!

Foram muitos os olhares quando levei a revista na mão. Mas não me importei!

Eu tinha algo bonito nas mãos e os que olhavam e pensaram algo pouco simpático, desses senti pena! Pena porque vivem numa ideologia impingida, porque não tem coragem de ver diferente, porque  fecharam as  mentes e preferem viver no preconceito! E não é por causa deles que vou esconder a minha revista na mala, que até tem uma capa bem bonita!

Acho que faz falta mais revistas destas, com capas destas, com controvérsia, que choquem, os que se chocam. Porque só assim se vão habituar a que o mundo mudou e só assim irão deixar as suas mentes ver mais longe. Porque o importante é lutar contra o preconceito! É importante deixar os outros serem felizes à sua maneira!

Intolerância – Atitude mental; incapacidade de respeitar diferenças ao nível das crenças, opiniões, comportamentos, opções sexuais; arrogância; soberania; desdém”

Imagens retiradas do Google

 

Comentários

You may also like

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *