Linhaça dourada e sementes de sésamo

Hoje venho partilhar os benefícios da linhaça e das sementes de sésamo que estou a tentar inserir na minha alimentação. Provavelmente já conhecem e até usam!

Já há algum tempo que tenho tido problemas de estômago. Talvez o facto de na adolescência ter tido um início de uma anorexia e da má alimentação ou ausência dela, ter deixado algumas lesões, pois foi desde essa altura que os problemas começaram.

Entretanto também não ajudou o facto de terem descoberto uma válvula no estômago que funciona ao contrário e faz com que o suco gástrico vá saindo e provoca pequenas feridas à volta. Daí muitas vezes ter dores de estômago.

Mas ultimamente nem são as dores que me tem deixado bastante incomodada, mas sim o facto de quando começo a comer ficar com o estômago inchado. De tal maneira que chego ao final do dia e pareço uma grávida de 5 meses!

Além de incomodo, também me dá algumas dores na zona do diafragma porque sinto tudo cá dentro comprimido! Uma sensação dos diabos!

Em conversa com uma amiga, ela aconselhou-me a linhaça e as sementes de sésamo. Diz que se deu muito bem e que também durante algum tempo andava assim e depois melhorou muito!

Nada como experimentar! Ainda só comi uma vez, no pequeno almoço! Uma colher de café de uma e de outra misturada no iogurte grego! Que adoro!

Nesse dia realmente senti melhoras, não sentia o estômago tão inchado e as dores eram menores.

No meu caso tenho de usar pouco diariamente pois tanto a linhaça, como as sementes de sésamo são ricas em potássio! DAM!

Fica aqui os benefícios e nutrientes de ambas:

Benefícios da linhaça:

  • Ajuda a emagrecer
  • Faz bem ao coração
  • Controla o diabetes
  • Controla inflamações
  • Melhora o funcionamento do intestino
  • Protege o nosso organismo
  • Previne alguns tipos de cancro
  • Protege a saúde dos ossos
Imagens retiradas do Google

 

Quantidade recomendada, uma colher de sopa = 10 gramas por dia

Benefícios das sementes de sésamo:

  • Fortalecem os ossos e tendões;
  • Tonificam os rins e o fígado;
  • Funcionam como tónico, especialmente após hemorragias;
  • Auxiliam na eventualidade de dores lombares, de joelhos, bem como reumatismos;
  • Melhoram a elasticidade da pele;
  • Têm uma ação antioxidante;
  • Possuem um efeito hipoglicémico, melhorando a sensibilidade à insulina nos diabéticos tipo 2;
  • Aumentam a energia, sendo recomendadas em casos de fadiga, insónias e esgotamentos nervosos;
  • Ajudam a uma maior tonicidade e firmeza muscular;
  • Melhoram a circulação;
  • Auxiliam na perda de memória, pois fortalecem os glóbulos vermelhos, permitindo uma melhor oxigenação do cérebro;
  • Desaceleram o envelhecimento, por serem ricas em Vitamina E;
  • Possuem grandes quantidades de cálcio
  • Ajudam a alcalinizar o sangue;
  • Auxiliam na manutenção de um peso saudável, graças ao seu alto teor de fibras solúveis;
  • Activam o metabolismo;
  • Favorecem a saciedade;
  • Facilitam o trânsito intestinal;
Imagens retiradas do Google

E aí em casa, alguém consome? Que acham?

Continue Reading

A diálise

O meu tratamento para me manter viva e minimamente saudável passa em fazer um tratamento 3 vezes por semana. Este tratamento chama-se diálise.

A diálise é tratamento que substitui a função dos rins quando estes deixam de funcionar, remove os resíduos e excesso de líquidos do corpo. Esta alteração na vida de uma pessoa, como o facto de passar a depender de uma máquina para se manter vivo é violenta e muito dura.

A máquina de diálise. Um doente a fazer um tratamento de diálise.

Engane-se quem pensa que o processo é fácil e que alguma vez o vai ser, porque não vai. Mas se conseguirmos definir que a doença não nos define e somos muito mais que a doença, então podemos conseguir ultrapassar e aprender a conviver com tudo o que nos envolve. E essencialmente há que arranjar algo mais importante para nos agarrar à vida. A família, os filhos, a própria vida.

Para mim foi o meu filho e a minha família, mas essencialmente o meu filho. O facto de ser ainda muito pequeno fez com que eu tivesse necessidade de o proteger ao máximo desta minha condição. Não lhe escondi nada, expliquei tudo, o que pode acontecer, os processos, tudo de uma forma muito leve, incluo nesta minha nova vida. Ele inteligente como é, reagiu muito bem, com algumas situações pelo caminho, que fomos resolvendo conforme havia necessidade.

Mas de forma a que ele não sofresse com a minha doença, pois não é fácil passar a infância com um dos pais doentes, agarrei em todas as minhas forças e tentei levar uma vida o mais normal possível, lidando com o que os dias me oferecem, uns bons, outros menos bons.

Quando tenho necessidade de cair no buraco fundo que é a minha realidade, faço o sozinha. Dou-me ao luxo de tirar algumas horas por vezes para deprimir, para chorar, para me revoltar com o mundo. Porque é necessário chorar de vez em quando! Mas depois tudo passa.

As clínicas de diálise são horríveis, porque o que assistimos lá dentro não é agradável, são frias, são duras e o tratamento dependendo de cada pessoa também não é nada, mas nada fácil.

Normalmente são 4 horas de tratamento, deitadas num cadeirão a ver todo o nosso sangue a ser retirado do nosso corpo, passar numa máquina e voltar a ser inserido novamente lá dentro. Mas o pior não é isso, o pior é darmos com a nossa realidade no vizinho da frente , do lado, de olharmos em volta e ver os 20 cadeirões cheios de doentes, idosos que já mal aguentam os tratamentos, doentes que ficaram insuficientes renais devido a uma outra doença que os vão enfraquecendo cada vez mais. É ver doentes que estão ali há anos e já definham, que já estão cansados e o próprio organismo já pede descanso. Isso sim, é o mais difícil.

Por vezes é necessário guardar tudo numa gaveta e fingir que é tudo normal, voltar para os braços de quem nos ama e deixar esse inferno lá. Porque dia sim, dia não, teremos de voltar.

Mas não se deixem vencer, respirem fundo e tentem encontrar algo de bom para compensar o mau. Mudem a perspetiva, a forma de olhar. Tudo o que é mau, também tem algo de bom.

No meu caso, pude ganhar muito mais tempo com o meu filho, apoia-lo nos estudos, posso acompanhar a sua infância e não perco nada, porque com a insuficiência renal tive de começar a trabalhar em casa e isso foi muito bom para o pequeno. E isso faz-me feliz!

Chorem, mas depois levantem a cabeça e aproveitem o de bom que a vida oferece!

 

 

 

 

 

Continue Reading

Qual o sentido deste blog?

Qual o sentido deste blog?

Quando criei este blog foi com um único sentido. Além de escrever sobre as várias coisas que gosto: moda, beleza, a minha vida, sítios, dicas, foi essencial para falar sobre a minha experiência como insuficiente renal.

Quando fiquei doente pela primeira vez, saltei para um mundo que nunca imaginei existir, um mundo a não ser quem tem alguém muito próximo com esta doença ou a partilha verdadeiramente sabe que existe. Nunca pensei como era quando alguém deixa de ter rins? O que é que acontece? Se sobrevive? Como vive?

Sempre segui alguns blogs e tenho alguns que já sigo à alguns anos e na altura procurei vários que falassem sobre esta doença na primeira pessoa. Mas nunca encontrei! Ou o que encontrei iniciaram, mas não continuaram!

Foi então, que pensei, já que gosto de escrever (apesar de não ser nada de jeito), porque não partilhar a minha experiência? Pode ser que desta forma possa ajudar alguém que vá passar o mesmo que eu, ou possa não se sentir tão sozinho com a sua própria experiência.

Mas a verdade é que nunca consegui avançar muito. Cada vez que iniciava um texto, tinha sempre tanto para dizer que as palavras emaranhavam-se e nada fazia sentido.

Mas agora que está quase a fazer 3 anos que caí nesta doença, está na altura de começar… e o melhor é indo devagarinho.

E estiver desse lado alguém que queira partilhar ou comentar, força!

Continue Reading

DESENVOLVIDO TRATAMENTO INOVADOR COM POTENCIAL PARA SUBSTITUIR DIÁLISE

Tudo o que for bom para substituir esta porra 3 vezes por semana é bom. Tudo o que seja para melhor a nossa quadidade de vida como insuficientes renais, é bem vindo.

“Uma equipa de cientistas da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, desenvolveu um tratamento inovador contra danos provocados por uma lesão renal aguda que poderá evitar a necessidade de realização de hemodiálise.

Em causa está o uso de uma injeção com um líquido hidrodinâmico isotónico capaz de restaurar a função renal.

Durante o estudo, testes realizados com modelos animais mostraram que a injeção com esse líquido na veia renal esquerda, num período de 24 horas após a ocorrência de uma lesão renal aguda, rapidamente restaurou o fluxo sanguíneo no rim, reduzindo a acumulação de células T pró-inflamatórias e melhorando a função renal em geral.

“Acreditamos que esse procedimento restabelece a função renal o suficiente para produzir urina e eliminar parte da resposta imune que aumenta o dano renal”, afirmou Robert Bacallao, líder da pesquisa.

A adoção de um procedimento terapêutico de 30 minutos com recurso àquela injeção poderá, no futuro, “eliminar a necessidade de diálise”, acrescentou o cientista.

A equipa já realizou um novo estudo bem-sucedido com a terapia inovadora num modelo animal de grande porte e os próximos passos incluem outra grande pesquisa com animais, para “refinar o cateter de primeira geração e criar um dispositivo para executar o procedimento de forma reprodutível e segura”, concluiu Robert Bacallao.”

Continue Reading

Dia Mundial do Rim

Como pessoa que não tem rins e virou aquela que vive diariamente a insuficiência renal , não posso deixar este dia passar, sem ao menos desejar a todos um dia feliz!

Para quem vive isto, como eu, para todos os familiares, amigos que acompanham estes doentes e sabem como é difícil. Para todos um dia feliz, porque há que viver um dia de cada vez e tentar ser feliz!

Todos os que estão a começar a passar por isto, fica aqui um conselho: vivam um dia de cada vez e aproveitem o dia!

Não é fácil, é terrível e muitas vezes é um verdadeiro inferno… mas também costuma haver dias melhores, dias bons e se nos esforçarmos muito e não nos rendermos à doença então temos dias muito felizes. Temos de nos lembrar não é a doença que nos define! Somos nós que definimos como viver com a doença.

 

 

 

Continue Reading

Aqua da marca Cien do Lidl (Review)

Já à algum tempo que tinha lido sobre o novo creme do Lidl que voltou a ficar na frente de vários cremes bem mais caros e de muitas marcas conceituadas. Aqui a noticia: Espanha. Melhor creme hidratante custa 2,99 euros e é do Lidl

Também por cá a Deco efectuou os testes e também este se destacou. Pelo que sei já é a 2ª vez que estes cremes da marca Cien se destacam de todos os outros, o anterior um anti rugas Q10.

Pois andava curiosa, e sendo tão económico, 2,99€, fui ao Lidl para comprar, mas das 2 vezes o dito estava esgotado. No Domingo, uma amiga foi ao supermercado e sendo uma outra zona, lá encontrou o dito.

Sou sincera, depois de ler algumas reviews, fiquei bastante curiosa e desconfiada, pois todas falavam muito bem para um creme tão económico. Mas nada como experimentar e tirar as nossas conclusões!

Pois bem! Adorei! Mais que isso fiquei fã! Como já tinha dito estou a usar a pomada Ketrel, com todos os cuidados necessários. E como é potente e está a fazer o que lhe é devido, sempre que aplicava ficava com o rosto rosado (nada preocupante, mas parecia que tinha bebido uns copitos de vinho).

Quando me trouxeram o creme resolvi experimentar e usar misturado com a pomada (não uso sozinha, primeiro não tenho assim tantas manchas e estou a usar apenas para suavizar as rugas que tenho) e não é que a pele deixou de ficar rosada e avermelhada. No dia seguinte usei novamente antes de colocar o protector e a pele voltou a ficar normal sem aquele aspecto avermelhado.

O creme não é nada gorduroso, é um creme gelatinoso que deixa uma sensação de frescura na pele, tem glicerina e pantenol, o que deixa a pele bastante hidratada.

Aqui ficam algumas reviews que li:

O melhor, e o mais barato – Cien Aqua (Review)

REVIEW – CIEN CREME DE ROSTO HIDRATANTE

Abertura Oficial + Review do Creme Hidratante Aqua da Cien

Aconselho vivamente! E um óptimo premier para antes da maquilhagem!

 

Continue Reading

Hemodiálise o que é?

“Quando os rins deixam de funcionar, a hemodiálise surge como uma opção de tratamento que permite remover as toxinas e o excesso de água do seu organismo. Nesta técnica depurativa, uma membrana artificial é o elemento principal de um dispositivo designado dialisador, comummente conhecido por “rim artificial”

Podemos saber mais sobre a hemodiálise aqui: http://www.portaldadialise.com/portal/o-que-e-hemodialise, como funciona, o que é uma fístula, um cateter e muitas outras coisas.  Um mundo que conheço bem e pode vir a ser muito aterrador.

 

 

Continue Reading

Sede – Como controlar?

Uma das coisas que os doentes mais sofrem, é com a constante sede, isto porque temos de ingerir o menos possível de líquidos. O que por vezes é uma autêntica batalha perdida! Já imaginaram não poderem beber água sempre que têm sede?

Ora aqui ficam umas dicas:

PARA LIMITAR A INGESTÃO DE LÍQUIDOS:

Use chávenas e copos mais pequenos.

Tenha atenção à quantidade de sopa. Sirva a sopa com consistência cremosa (coe os legumes após a cozedura e só depois passe com a varinha), caso se apresente muito líquida deverá ser comida com um garfo ou servida com uma escumadeira. Coma sopa apenas uma vez por dia e ao fim de semana como o intervalo entre diálises é mais longo não ingira sopa. Ainda assim o melhor será consultar o seu nutricionista que poderá ajuda-lo a tomar a melhor decisão para o seu caso em específico.

  • Para preparações culinárias mais líquidas como por exemplo arroz malandro substitua a habitual colher de servir por uma escumadeira.
  • Para reduzir a água das verduras após cozidas, deverá escorre-las e salteá-las.
  • Opte pelo pão torrado que contém menos água.
  • Pergunte ao seu médico ou farmacêutico se pode ingerir os seus medicamentos com as refeições ou com os alimentos pastosos, a fim de guardar os líquidos que lhe são recomendados, para alturas em que lhe saberão melhor.
  • Estabeleça a quantidade diária de líquidos que lhe é permitida, por exemplo uma garrafa de 0,33cl e beba sempre por ela, assim terá sempre a noção da quantidade que lhe resta e cabe-lhe a si gerir.
PARA REDUZIR A SENSAÇÃO DE SEDE:
  • Quando beber, e em doses moderadas, escolha bebidas à temperatura ambiente ou mornas.
  • Masque pastilhas elásticas azedas (p.e. de mentol sem açúcar, aliviam a sensação de secura porque estimulam a produção de saliva)
  • Humedeça a boca com água fresca mas não a ingira, este cuidado permite-lhe manter a boca fresca, aliviando a sensação de secura.
  • Mantenha a fruta no frigorífico.
  • Não se exponha demasiado tempo ao sol, mantenha-se em ambientes naturalmente frescos. A exposição excessiva a ambientes com ar condicionado conduzem maior secura das vias respiratórias pelo efeito desumidificador do ambiente, pelo que sentirá necessidades de beber.
  • Se costuma estar em ambientes com pó, opte por usar máscara para evitar o efeito de garganta seca.
  • Não fume.
  • Depois de cada refeição lave a boca com um elixir fresco de forma a manter a boca húmida.
  • Como já anteriormente salientado o excesso de sal e de açúcar quando em excesso conduzem a um aumento da sensação de sede.

Por isso:

  • Caso seja diabético evite as hiperglicemias. Se habitualmente os seus níveis de açúcar no sangue estão altos consulte o seu nutricionista e médico, estes poderão ajudá-lo a controlar as hiperglicemias.
  • Reduza gradualmente a quantidade de sal adicionado durante a confecção dos alimentos e não adicione sal fino no prato. Substitua o seu uso por outros temperos alternativos, tais como, o sumo de limão, vinagre; ervas aromáticas (salsa, louro, Hortelã, coentros…); especiarias (pimenta, açafrão, colorau, tomilho, manjerona, orégãos…); e legumes aromáticos (cebola, alho…). As marinadas e vinhas de alhos de véspera costumam resultar bem.
  • Evite bebidas gaseificadas ricas em açúcar e/ou sal.
  • Evite produtos curados, salgados, enchidos e fumados; enlatados e conservas; caldos de carne concentrados, batatas fritas industriais, snacks e aperitivos salgados; alimentos pré confeccionados; molhos. Opte por comer alimentos frescos que são por natureza mais pobres em sódio e pelo pão sem sal, manteiga ou margarina sem sal.

Lembre-se, deve preferir a água não gaseificada, o chá, o descafeínado ou o carioca.

Por: Portal da Diálise

Continue Reading